Abono PIS/Pasep de 2019 poderá ser sacado a partir de março

O abono salarial PIS/Pasep é um benefício destinado aos trabalhadores com carteira assinada do setor privado e do público. Em 2020, muitos cidadãos deixaram de sacar os recursos referentes a 2019, isso porque, houve um erro no processamento do abono.

Diante disso, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, os trabalhadores que não resgataram o benefício poderão ter acesso aos valores a partir dia 31 de março de 2022, quando será encerrado o calendário do PIS/Pasep 2020.

A estimativa é que 320 mil pessoas recebam os recursos que acumulam R$ 208,5 milhões. Vale lembrar que os trabalhadores com direito ao abono referente a 2020 já estão recebendo o benefício. Para eles, o calendário começou no dia 8 de fevereiro.


Quem tem direito de receber o abono salarial?


Todas as pessoas que não sacaram o abono referente a 2019. Além disso, é preciso se enquadrar nos seguintes requisitos:

  • Ter trabalhado ao menos 30 dias com carteira assinada em 2019;

  • Ter recebido uma remuneração média mensal de no máximo dois salários mínimos em 2019;

  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos em 2019;

  • Ter os dados informados pela empresa corretamente ao RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

No que se refere ao valor do benefício, é proporcional aos meses trabalhados pelo cidadão. Desta forma, quem trabalhou 30 dias em 2019, vai receber R$ 101,00, e quem trabalhou durante o ano inteiro com carteira assinada, receberá

R$ 1.212,00.

Veja a proporção do valor benefício segundo a quantidade de meses trabalhados:

  • 1 mês trabalhado – R$ 101;

  • 2 meses trabalhados – R$ 202;

  • 3 meses trabalhados – R$ 303;